• Que bom que você chegou!

    Aqui você poderá conhecer propostas e ações desenvolvidas no Brasil para manter o bullying bem longe das escolas. Nossos estudos analisam esse problema de convivência desde sua natureza psicológica até suas implicações no cotidiano das instituições de educação. Somos integrantes do GEPEM (Grupo de Estudos e Pesquisas em Educação Moral) vinculados à Faculdade de Ciências e Letras da Unesp de Araraquara/SP em parceria com a Faculdade de Educação da Unicamp. Seja muito bem-vindo(a)!

  • Quem Somos?

    Somos um grupo de pesquisadores integrantes do GEPEM que se dedica a pensar as questões de convivência na escola a partir de um dos fenômenos mais complexos e escondidos presentes nas relações entre pares nesta instituição: o bullying.

     

    Na linha de pesquisa “Convivência, afetividade e bullying" atuamos na consolidação da implementação de ações de prevenção e intervenção ao bullying e aos demais problemas de convivência nas escolas ressignificando a participação dos alunos e alunas em um tipo de Sistemas de Apoio Entre Iguais: as Equipes de Ajuda.

  •  

    São nossos objetivos

    Realizar e manter atualizado um canal de acompanhamento dos trabalhos da Rede de Equipes de Ajuda do Brasil.

    Divulgar produções e estimular a discussão de temas relacionados à convivência escolar e universitária em especial o bullying e o cyberbullying em instituições educativas em diversos espaços educativos, universitários, encontros, eventos científicos, programas de atendimento aos estudantes.

    Estimular, planejar e realizar estudos e pesquisas que identifiquem e coletem dados e diagnósticos sobre a convivência relacional em instituições educativas.

    Contribuir na orientação e avaliação de pesquisas tanto em nível de graduação, como de pós-graduação voltadas ao tema da violência escolar e universitária chamada bullying/cyberbullying, assim como processos de prevenção e intervenção.

    Estimular, apoiar e promover projetos que visem à formação e à capacitação de profissionais das áreas de educação básica, ensino superior, educação não-formal, meios de comunicação e sistema de justiça e segurança, no que se refere à identificação, intervenção e prevenção às violências na escola e na universidade.

    Planejar, assessorar e orientar profissionais, alunos e familiares em atividades relativas a modelos de convivência que facilitem o desenvolvimento de habilidades sociais para a convivência respeitosa entre todos.

    Implementar tanto nas unidades escolares ações de intervenção e prevenção às ocorrências de bullying e de assédio através de práticas de protagonismo juvenil – As Equipes de Ajuda.

    Organizar planos de ações antibullying em redes de ensino no Brasil de maneira a favorecer práticas de protagonismo juvenil e participação coletiva de professores, alunos e gestores que permitam a participação efetiva na superação do problema como agentes de intervenção.

    Integrar-se a grupos de pesquisa, da Unesp e de outras universidades, assim como a instituições e redes nacionais e internacionais, mediante projetos colaborativos, convênios, acordos interinstitucionais voltados à prevenção das violências em instituições educativas e ao fortalecimento de uma convivência respeitosa e colaborativa.

    Auxiliar na elaboração de políticas públicas relacionadas ao incremento da qualidade da convivência em instituições educativas.

  • Nossas Investigações

    Sob a orientação da Profa. Dra. Luciene Tognetta, do Programa de Pós-Graduação em Educação Escolar da Faculdade de Ciências e Letras da Unesp Araraquara, essas pesquisas se organizam em um dos blocos de trabalho de um grande eixo “Bullying: mecanismos psicológicos e intervenção ao problema”. Neste bloco os estudos se concentram em 3 eixos:

    Quadriênio 2015 - 2018

    Quadriênio 2019 - 2023